Seja Bem-Vindo ao nosso Blog

Aqui, a sua opinião tem vez. Opine e enriqueça o nosso conteúdo.

Lista de Exames – Agilidade ao Solicitar Exames Complementares!

Seja para efetuar um diagnóstico ou para cumprir protocolos de avaliação rotineira em grupos de pacientes, os médicos lançam mão de exames complementares, uma das rotinas mais frequente no dia-a-dia do consultório médico. Nesse contexto, a rotina pode fazer com que o médico se esqueça de alguns exames importantes ou solicitem exames em excesso, sem protocolos. Veja como ser mais eficiente ao solicitar exames com uma Lista de Exames padronizada. Os Exames da Minha Especialidade – Minha Rotina! Todo médico, sem exceção, tem (em sua mente) uma lista de exames rotineiros que costuma solicitar para seus pacientes. É como se o médico tivesse grupos de pacientes em sua memória e solicite rotineiramente determinados exames para determinados grupos de pacientes – isso é fato! Um cardiologista, tem sua lista de exames favoritos e o Ginecologista também tem a sua. E cada um com suas características e exames peculiares da sua especialidade. Obviamente, eles são diferentes entre si, como você pode ver na foto, acima. O Ginecologista tem sua lista de exames focada em pacientes do sexo feminino, enquanto o cardiologista ou o Urologista tem seus pacientes específicos. Isso muda entre as especialidades.   Na minha Especialidade em Grupos de Pacientes! O momento de solicitar exames também segue a uma rotina mental semelhante, e há diferenças nos exames solicitados dentro da mesma especialidade. É como se o médico reunisse e formasse grupos de pacientes dentro de sua especialidade e da sua rotina de trabalho, ex: Listas de Exames de um Ginecologista: Pacientes para Pré-Natal Pacientes para Pré-Natal – 1o. trimestre. Pacientes para Pré-Natal – 2o. trimestre. Pacientes para Pré-Natal – 3o....

Marketing Médico: 3 razões para anotar o Celular do paciente!

Doutor, se você não sabe ainda, é melhor dar extrema importância, pois logo de entrada,na recepção de sua Clínica, a simples ação de suas Secretárias anotarem o celular do paciente durante a criação de cadastros, irá trazer e preservar um público cada vez maior de pacientes – Estamos falando do famoso Marketing! Entretanto, talvez não seja do conhecimento de muitos médicos, mas o Marketing está diretamente ligado a nossa profissão. Existe uma concorrência feroz no mercado de trabalho entre qualquer tipo de profissional e por isso, não é novidade que você está disputando a todo tempo pacientes com seus outros colegas da mesma área de atuação médica. É aí que o Markenting entra em jogo, pois para ter progresso como médico é necessário, o quanto antes,criar para a sua Clínica um plano (estratégia) de relacionamento mais pessoal com todos os seus pacientes, e já lhe adianto, é uma ação simples para sua Clínica, mas que irá lhe proporcionar um grande benefício – a preservação e aumento do numero de pacientes. E dando continuidade ao raciocínio, um relacionamento mais pessoal e conquistador com o paciente (um verdadeiro Marketing Médico) só é possível quando você se diferencia dos demais, marcando presença na vida do paciente fora do Consultório. Agora, veja como fortalecer o vínculo com os seus pacientes através das mensagens via SMS, é simples, e eu quero lhe mostrar como! Mensagens SMS’s –  O MarKeting Médico! Cativar os nossos pacientes e nos relacionarmos com eles de forma mais humana é um passo a passo, que deve contar sempre com o auxílio das Mensagens SMS’s. Dessa forma, vamos seguir aqui três caminhos...

Informatização é = CMC sem erros! Vou lhe provar [Veja]

Quando o seu município contrata um Prontuário Eletrônico integrado com a sua Central de Marcação de Consultas, eu lhe garanto, não haverá mais qualquer erro relacionado ao acesso das consultas e atendimento especializado, bem como em toda organização administrativa da mesma. Como gestor, obviamente este artigo é de seu interesse e indispensável para a leitura, por isso, continue lendo e se surpreenda. Conheça agora os três erros clássicos da sua Central de Marcação de Consultas. E lembrando, na minha opinião, o segundo é o pior e mais grave deles. Erro #1 – O médico trocou a guia do encaminhamento, e agora? Digamos que este é um deslize comum. Nas UBS’s, ao solicitar um Encaminhamento para qualquer paciente, o médico se depara com uma verdadeira papelada de guias em sua gaveta (mesa), sejam AIH’s, APAC’s, TFD’s ou até mesmo os próprios Encaminhamentos. Logo, em meio a esta bagunça, confundir e preencher, por exemplo, um AIH em uma guia APAC, é um erro que pode facilmente acontecer. E agora, pensando em escala nacional: quando vários médicos de diversas UBS’s erram no preenchimento das guias de Encaminhamento, simplesmente estes pedidos voltam para os PSF’s, atrasando-se ainda mais o atendimento dos pacientes nas Policlínicas de todo país. Devemos parar e refletir, pois lamentavelmente vários pedidos de encaminhamentos voltam para os PSF’s ao serem preenchidos em guias diferentes, tornando-se mais difícil e delongado o acesso dos usuários SUS às consultas e atendimento especializado. Mude! Evite este erro! Por outro lado, quando o seu município faz uso de um Prontuário Eletrônico integrado com a Central de Marcação de Consultas, primeiramente, não existirá uma verdadeira papelada de guias a...

Meu paciente: doenças, exames, cirurgias, medicações e consultas. Onde estão estas informações?

Doutor, vamos falar exclusivamente de você, seu diagnóstico, nesse breve artigo. É um verdadeiro desafio, encontrar de forma organizada, no Prontuário de Papel, todas as informações ligadas ao estado de saúde do paciente. Mas de início, vamos deixar bem claro: Seja de Papel ou Eletrônico deve-se haver sempre um caminho especifico e organizado dentro do próprio prontuário, para que você possa encontrar todas as informações referentes ao tratamento do paciente. Mas é aí que o problema é notável quando falamos de prontuários no papel: “Já se sentiu inseguro ao pesquisar manualmente e folhear o Prontuário de Papel de qualquer paciente? Percebeu que todas as informações talvez não estivessem ali, além de dificuldade em identificar aquela letra egípcia do seu outro colega de trabalho ou até mesmo, em muitos casos, a sua própria escrita?” Pois bem, quando você precisa acessar a situação clínica do seu paciente, você deve procurar e folhear todo o Prontuário de Papel, uma ação demorada e propícia a muitos erros: deixar uma folha para trás ou não entender algo que já foi escrito, por outro colega ou até mesmo por você, irá prejudicar o seu trabalho, como médico, e toda a recuperação do paciente! E lembrando, na medida em que determinado paciente consulta varias vezes com você, o seu prontuário logicamente vai ficando mais cheio de informações médicas e fica cada vez mais difícil de pesquisar (encontrar) dados relacionados a qualquer quadro clínico. Tenha uma Recepção Eficiente. Tenha um Consultório Eficiente. O Diagnóstico do meu paciente ao alcance de um “clique”! Por outro lado, os Prontuários Eletrônicos organizados possuem, até mesmo quando estão cheios de informações, uma...

“Dona Maria, a Sra já operou de quê, mesmo?”

Todos os médicos sabem que o prontuário no papel é mestre em esconder informações sobre a saúde do paciente. Afinal, quantas vezes já ficamos procurando dados sobre procedimentos cirúrgicos que a Dona Maria já realizou? Quais exames Seu Pedro e demoramos encontrar? Se você já precisou perguntar: “Dona Maria, a Sra já operou de quê, mesmo?” é bom você ler esse artigo. Confira!   Tenha uma Recepção Eficiente. Tenha um Consultório Eficiente.   As dificuldades do papel – a bagunça, mesmo! O prontuário no papel é terrível quanto o quesito é organização das informações no prontuário médico. Nada é organizado. Com raríssimas exceções, a maioria dos prontuários possui uma anamnese inicial boa, com informações relevantes, mas que vão se perdendo à medida que o paciente retorna ao consultório e consulta outras vezes. A folha de rostro é razoavelmente preenchida, mas as demais, são terrivelmente organizadas. “Dona Maria, a Sra já operou de quê, mesmo?” é uma frase que eu repedi várias vezes quando eu atendia alguns pacientes que já acompanhavam comigo há anos. A informação estava lá, no prontuário, mas eu não as encontrava. Eu até tenho (tinha) uma boa letra, mas nunca gostei de ficar usando canetinha para colorir o prontuário e as informações ficavam muito difíceis de serem encontradas. Eu já tentei colocar uma folha à parte, só para incluir as informações cirúrgicas do paciente, em um formulário específico, mas não adiantou e por que eu teria que fazer um formulário padronizado que me tomou tempo que eu não estava afim de investir.    As vantagens do Prontuário eletrônico – Histórico organizado! Quando eu optei por mudar para o prontuário eletrônico,...

Vários Consultórios e 1 só prontuário! É assim que deve ser!

Se você é um médico que presta atendimentos em mais de um consultório, você não está sozinho. Hoje em dia, vários médicos atuam em consultórios diferentes, em bairros diferentes, em clínicas diferentes e em cada um desses locais de atendimento eles tem um arquivo médico e uma pilha de prontuários eletrônicos. E pode ser que muitos mantenham vários consultórios em locais diferentes por muito tempo. Só que há um risco ético-profissional que você, médico, não pode deixar de considerar – como o dono da clínica guarda seus prontuários? Confira!   Tenha uma Recepção Eficiente. Tenha um Consultório Eficiente.   Tenho mais de um consultório…! No início da construção do seu consultório e de sua rede de clientes, muitos médicos atendem em mais de um consultório, em bairros diferentes até decidirem por ficar em um só local. E esse comportamento pode levar alguns anos até que o médico se sinta seguro de atender em um só local, normalmente, naquele em que a sua clientela é maior. Nada de mal nisso; o período funciona como uma pesquisa de mercado  prática! Mas é importante não se esquecer das lições básicas: onde os meus prontuários serão armazenados? quem cuidará deles? quem assina como diretor clínico? esse diretor está preocupado com a guarda do seus prontuários? você já visitou o local em que os funcionários armazenam seus prontuários? Se ainda não fez isso, é bom você tomar cuidado. Muitas clínicas não dão a importância devida ao armazenamento dos prontuários médicos e você não pode, diante disso, correr risco de processos éticos-profissionais. Imagine: Você fazia atendimentos na Clínica-do-Bairro-Distante-Pouco-Produtivo e decidiu parar de atender, pois entendeu que não estava “rendendo bem”...

Exames Solicitados… Você ainda perde tempo com eles?

Uma tarefa que todo médico realiza, todos os dias é a solicitação de exames e procedimentos… Exame de Sangue, de urina, dentre outros… Você já parou para pensar o tempo que você perde com esse procedimento? Claro que ele é importante, mas não precisa tomar o seu tempo, não é mesmo? Confira!   Tenha uma Recepção Eficiente. Tenha um Consultório Eficiente.   Solicitar Exames – Praticamente em todas as consultas! Dependendo do perfil do seu consultório, quase todos os seus pacientes precisarão de exames complementares, pois eles fazem parte da consulta médica, complementando-a. É uma tarefa simples, mas que a repetimos várias vezes ao dia, o que provoca uma perda de tempo enorme no nosso dia-a-dia. Imagine-se Escrevendo ou Digitando toda aquela lista de exames: Hemograma completo. Urina rotina. Exame de fezes (EPF). Glicemia de jejum. Colesterol total e Frações. Triglicérides. Ácido úrico. Provas hepáticas… Provas reumáticas. Função tireoidiana. Dentre outros… Nenhum médico se safa dessa tarefa. Muitos colegas perdem um tempo enorme anotando um por um em receituários à mão. E convenhamos, você não precisa mais fazer do modo menos eficiente. Não só Solicitar exames, é preciso Anotar no prontuário. Além de solicitar uma lista enorme de exames, você precisa anotar todos os exames que solicitou no prontuário. Nos tempos de faculdade, lembro-me que eu fazia as solicitações de exames em um formulário carbonado e anexava a cópia carbonada no prontuário, para registrar quais exames eu solicitei, efetivamente. Se não houvesse o carbono, eu teria que anotar nome por nome de todos os exames solicitados… E essa prática se repete até hoje em diversos consultórios, tornando as rotinas muito enfadonhas. Acontece que...

Doutor, cuidado! Usar Prontuários de Papel lhe traz problemas!

Obviamente, nós médicos sabemos, como o prontuário está diretamente relacionado à várias questões do nosso atendimento e a rotina da Clínica em geral. Mas quando se faz uso de Prontuários de Papel, você e sua Clínica terão, diariamente, algumas importantes atividades médicas comprometidas e “feridas”. Por isso, eu enumerei aqui, alguns destes principais problemas ocasionados pelo uso de Prontuários de Papel. E lembrando, na minha opinião, o #3 é o pior e mais grave deles! Tenha uma Recepção Eficiente. Tenha um Consultório eficiente. Problema 1 : Eu não entendo nada do que está escrito! Talvez esta seja a vulnerabilidade mais clássica e comum dos Prontuários de Papel, estamos falando da ilegibilidade. Muitos médicos não conseguem ler grande parte (e algumas vezes nada) da situação clínica do seu paciente, seja por causa daquela letra egípcia do seu outro colega ou, na pior e frequente situação, até mesmo os nossos próprios “hieróglifos”! No início, os Prontuários de Papel até apresentam uma certa coerência, uma letra legível e de fácil entendimento, mas no decorrer do seu preenchimento, as informações e palavras irão se tornando indecifráveis. É algo natural, durante o preenchimento do Prontuário de Papel, existirá sempre uma ação de rasura na tentativa de excluir uma palavra ou termo indevido, além do mais, principalmente por causa do cansaço da rotina médica, o trabalho de escrever manualmente fará com que nossa grafia se torne um verdadeiro “garrancho”, isso sempre será inevitável. Também não podemos nos esquecer que alguns campos de preenchimento dos prontuários de papel, em algum momento, sempre serão menores daquilo que você precisa escrever, eu mesmo já passei por uma situação parecida: “...

Doutor, cuidado! Sua Secretária está trocando seus prontuários!

Nós médicos sabemos com é importante, por Lei (nº 1.6382), o preenchimento e organização correta dos prontuários dos nossos pacientes. No entanto, as deficiências dos Prontuários de Papel, relacionadas, de início, ao cadastro do paciente, irão comprometer de maneira ética a qualidade do seu trabalho. Confira agora mesmo o perigo que você está correndo! Tenha uma recepção eficiente. Tenha um Consultório eficiente. Início do Problema: Cadastros mal feitos! Em dias normais, onde sua agenda não está nem mesmo tão lotada, ao fazer o cadastramento do paciente manualmente (procedimento demorado), suas Secretárias, para agilizar o atendimento e dessobrecarregar a recepção da Clínica, farão frequentemente abreviações de nomes e deixaram alguns dados de preenchimento do paciente para trás, como sexo, data de nascimento, nome da mãe e dentre outros. E ao longo do dia, à medida que você atende mais pacientes, suas Secretárias vão, por natural e iminente cansaço, tornando o cadastramento (identificação do prontuário) cada vez menos específico. Além do mais, uma papelada enorme de prontuários cresce e fica praticamente impossível organizá-los. Mas o perigo está, silenciosamente, em outro lugar!                           Você já parou para pensar quantos dos seus pacientes se chamam “José Silva, “Maria Helena” ou “Luiz de Almeida ?” Com a existência de cadastros incompletos, cheios de nomes com mesma escrita (homônimos) e abreviados, acaba sendo extremamente difícil distinguir os Prontuários de Papel. Por exemplo, três dos seus pacientes se chamam “Manoel Pereira da Silva”, como distinguir o Prontuário de Papel de cada um destes pacientes em meio a uma identificação incompleta (cadastro pouco específico)? E o problema...

Seus pacientes estão esperando mais do que precisam! Confira!

Nos Consultórios e Clínicas em geral, nós médicos almejamos principalmente organização e precisão na marcação das consultas. Através desses da organização e rapidez no agendamento, a recepção de nossa clínica será mais tranquila. Logo, nossos pacientes estarão mais satisfeitos, pois uma rápida marcação de consultas está diretamente ligada a um bom Acolhimento.   A primeira Impressão é a que fica! Se o paciente chega ao seu Consultório, e rapidamente consegue marcar sua consulta e ser encaminhado para a sala de espera (que é um ambiente mais tranquilo que a recepção) a imagem do seu consultório podem melhorar consideravelmente.  Mas é claro, conseguir conquistar uma clientela fiel de pacientes, por meio da eficiência do atendimento e Acolhimento, não é tarefa fácil – mas deve ser uma tarefa prioritária em todos os consultório. Podemos dizer que é um degrau após o outro, que deve ser vencido todo dia. Tenha uma Recepção Eficiente. Tenha um Consultório Eficiente.   Dica: Separe a Recepção Principal da Sala de Espera! Não quebre a primeira impressão, como na foto do vidro ao lado. No meu primeiro consultório, eu entendi que uma recepção juntamente dividindo o mesmo ambiente da sala de espera seria uma boa escolha, mas me enganei. Se você tiver o espaço físico disponível, é muito mais prudente separar os dois ambientes. Afinal, são pacientes que estão em estágios diferentes do atendimento. Recepção principal: pacientes de primeira vez, ou aqueles que ainda não agendaram o seu atendimento. Sala de Espera: paciente que já saíram de casa com o objetivo de ser atendido e não precisam “sofrer” atrasos na primeira recepção. Por isso, queremos te mostrar como vencer obstáculos na profissão e alcançar...

Use o Google Chrome como leitor de PDF!

Olá, Você pode estar tendo problemas em imprimir suas Guias ou receituários diariamente, e provavelmente vem gastando uma fortuna com programadores para tentar resolver o problema. Por isso, queremos te mostrar hoje que gastar com programadores para conseguir visualizar e imprimir suas guias ou receituários é completamente desnecessário, para ser mais específico, o próprio Google Chrome possui o melhor suporte entre os browsers mais populares. Logo, nossa meta hoje é mostrar exatamente essa vantagem do Google Chrome: Inicialmente, para visualizar ou imprimir suas guias e receituários, você terá que procurar o Atalho do Navegador, clicando com o botão direito do mouse sobre ele. Obs.: O “atalho” do navegador está localizado na área de trabalho (tela inicial do computador ao ligarmos). Em seguida, “clique” no campo “Propriedades”. Pronto? Agora, copie o endereço localizado no campo “Destino”, como mostra a imagem abaixo: Associações do arquivo no Windows. Uma vez que seu navegar estiver configurado, você usará um assistente do Windows para mudar o programa que os PDF’s são associados. No Windows XP, abra o Menu Iniciar e clique em “Run” (Executar). Digite o comando control folderse na janela que se abre, Vá em “types” (tipos). No Windows Vista, 7 ou 8, digite associado na caixa de pesquisa do Menu Iniciar(ou na tela iniciar no caso do Windows 8) e clique no resultado “Alterar o tipo de arquivo associado ” Clique sobre a opção. Uma janela será aberta no seu navegador com todas as extensões conhecidas pelo seu computador seguidas de qual programa deve ser usado para abri-las. Procure pela extensão PDF e clique sobre ela. Agora, selecione “Alterar programa” e escolha Adobe Reader, como mostra a imagem abaixo:...

E-SUS, o grátis que sai caro!

8 razões pelas quais você deve contratar um Prontuário Eletrônico! “Lembrando, a #7 é minha favorita!” 1 – O E-SUS não tem integração e importação automática com o CAD-SUS! Por quê sai caro? 90% da população brasileira já é cadastrada no CAD-SUS e sua cidade também deve apresentar o mesmo porcentual. Mas pelo fato do E-SUS não ter integração e importação automática com o CAD-SUS, você deverá organizar um verdadeiro “mutirão” de pessoas para cadastrar toda a população de sua cidade nos Prontuários Eletrônicos de cada UBS. Então, significa dizer que você e seu município farão um trabalho já feito. Esse cadastramento será feito manualmente, ou seja, “um por um” de todos os habitantes de sua cidade deverão ser cadastrados no E-SUS. O pior é que você tem um prazo curto de tempo para realizar esses cadastramentos e trabalho extremo. No entanto, contratando um sistema de Prontuário Eletrônico que importe automaticamente os registros previamente já cadastrados no CAD-SUS, você não terá qualquer tipo de gasto (contratação de mutirão de pessoas) e, é claro, transtorno. Para melhorar seu entendimento, veja: uma importação “automática” dos dados do CAD-SUS feita pelo sistema MeuProntuário. 2 – O E-SUS não atinge as necessidades cobradas pelo PMAQ – Acolhimento, Agenda Unificada e Prontuário Eletrônico!   Por quê sai caro? Não é novidade para ninguém que o PMAQ tem como objetivo principal melhorar a qualidade da Atenção Básica. Por isso, em meio às perguntas do Avaliador Externo (PMAQ), será cobrada a informatização (implantação de prontuários eletrônicos) em suas UBS’s. Porém, tome cuidado! O E-SUS não “prova” para o PMAQ que existe Acolhimento implantado em suas UBS’s, que deve...

Doutor, trabalhar menos e melhor!? É possível!

O sonho de qualquer profissional e principalmente de nós médicos é tornar as rotinas de trabalho bem menos cansativas. Pois bem, o dia-a-dia médico não é tarefa fácil. Além de exigir um grande esforço mental, comum logicamente da profissão, você também pode estar realizando trabalhos físicos “duros” e exagerados durante a execução de procedimentos médicos, que necessitam (já lhe adianto) de uma verdadeira “mão de obra” para serem feitos. Estamos falando principalmente da Anamnese. Com certeza, você já deve ter parado pra pensar no quanto é trabalhoso escrever a entrevista com o paciente todo santo dia! Também não podemos nos esquecer do desconforto em ficar procurando saber, “de cabeça”, a dosagem correta dos medicamentos disponibilizados na farmácia quando se está prescrevendo uma receita. Além do mais, o seu diagnóstico como médico e a qualidade do atendimento são seriamente comprometidos quando não é possível acessar (ter uma visão ampla) do Prontuário do Paciente, como Medicações em Uso, Doenças Ativas e Inativas (histórico de doenças), Exames Solicitados e vários outros. Portando, chegamos agora no ápice do que irá definir o seu dia-a-dia médico menos ou mais trabalhoso. Estamos falando do Prontuário Médico! Dessa maneira, continue lendo e se surpreenda, ao ver como essa “ferramenta” pode facilitar  e melhorar, de forma extrema, seu trabalho e imagem como médico. Como trabalhar menos e melhor!   O que irá definir a eficiência e bons resultados em qualquer trabalho, não é somente o conhecimento e talento, mas sim as “ferramentas”. Veja o exemplo abaixo: Na fórmula 1, evidentemente existem os pilotos mais talentosos, mas são os carros mais evoluídos e aperfeiçoados que sempre chegam na frente...

7 segredos infalíveis para sobreviver no mercado

Recentemente acompanhei o relato de um jovem empresário que estava com dificuldades em seu negócio. A empresa dele – que é de serviços – foi herdada do pai, está bastante tempo no mercado, mas encontra-se com um problema grave: faltam clientes. Os prejuízos começavam a acumular, os salários dos empregados estavam atrasados e tudo estava desandando. O empresário estava desesperado e com medo de falir pelo fato de não saber o que fazer para voltar a antiga demanda de serviços e a boa clientela, comum no passado. Mas, o que está faltando para o negócio voltar a ter clientes? Como fazer para alavancar ou retornar as vendas do negócio? Qual era o grande problema? O que o empresário citado acima demorou para reparar foi que as táticas de vendas utilizadas por ele – que eram as mesmas utilizadas no tempo que seu pai era o dono – já não funcionavam tão bem. A entrada de novos concorrentes na cidade fez com que o mercado ficasse mais disputado e a necessidade de algumas mudanças e ajustes fossem realizados. Essa necessidade do empresário é comum entre muitos outros empreendedores que passam por períodos de dificuldades em seus negócios. Como forma de colaborar nesse momento, relato sete dicas que podem fazer a diferença e oxigenar os empreendimentos nas horas difíceis.   1 – Atendimento. Tenha em mente que clientes felizes com o serviço indicam sua empresa para outros amigos. Converse com toda a equipe. Sejam educados no contato com os consumidores, eficientes na atuação e sem atrasos. Lembre-se de repassar sempre um cartão com telefone e endereço para os serviços que realizarem....

7 razões pelas quais você deve contratar um Prontuário Eletrônico!

7  leis fundamentais para se tornar um ótimo médico e conquistar mais clientes, ou diria melhor: “7 razões pelas quais você deve contratar um Prontuario Eletrônico!” Seus dias como médico podem se tornar bem mais fáceis.  Dessa maneira, pensando em tornar o seu trabalho bem menos exaustivo, enumeramos aqui, 7 razões que mostram a importância e necessidade em contratar um Prontuário Eletrônico. Automaticamente, você fará uma autoavaliação de onde se deve melhorar no seu trabalho como médico, aumentando seu conhecimento sobre como atender de forma mais eficiente e melhor. Lembrando, a #4 é minha favorita!  1 – O Prontuário Eletrônico evita que você escrava tanto!   Vários pacientes entram no seu Consultório diariamente, e o primeiro passo de uma consulta, é, na maioria das vezes, a Anamnese. Mas contratando um Prontuário Eletrônico completo, será disponibilizado modelos de Anamneses já prontos. Dessa forma, durante o atendimento, você só precisa fazer pequenas edições a partir desses modelos. Temos aqui o primeiro passo para se trabalhar menos e melhor (com mais qualidade). Basta deixar de escrever tanto! Portanto, contrate um Prontuário Eletrônico que diminua sua “mao-de-obra”. Agora, tenha um exemplo na prática e veja esse pequeno vídeo interativo do MeuProntuário, pois também será apresentado a importância em escrever menos:  2 – O Prontuário Eletrônico possibilita renovar uma receita em 7 segundos!   Indiscutivelmente, seu atendimento se tornará bem mais ágil com essa funcionalidade. Renovar a receita de um paciente em segundos demonstra o quanto a consulta com você é eficiente e promissora. Seu paciente automaticamente terá essa relevante e positiva impressão. Além do mais, uma receita bem legível deixa notavelmente a imagem de um consultório e médico organizados. Essa é uma de suas marcas registradas, portanto, contrate...

Ser diferente faz a diferença

Existem empresas que inauguram novas formas de se relacionar e que aplicam esse tipo de postura na cultura corporativa. Elas são diferenciadas, pois, além do produto que oferecem, agregam ideias e práticas inovadoras que fogem ao senso comum e estimulam uma nova modalidade de comportamento empresarial. Na Google, por exemplo, é possível observar essa “atitude diferente” enraizada nas próprias instalações de seus escritórios, com direito a sala de relaxamento, escorregador e tantas outras opções. A Apple, por sua vez, tem revolucionado o mundo da tecnologia e das ideias, conquistado mercados de maneiras diferentes e personalizadas. Tem até brasileiro que virou referência nas revistas de negócios internacionais quando o assunto é gestão inovadora. O executivo Ricardo Semler, na década de 1980, trouxe uma forma não-convencional para a administração da Semco S/A. Para você ter ideia, dentre outras coisas, ele criou na empresa um comitê chamado “C tá loko”. O princípio era bem simples. Um fórum de ideias diferentes que só poderia sair alguma coisa aprovada se alguém falasse a frase “Você está louco!”. São pessoas e empresas que pensam diferente, buscam estar fora do quadrado e fogem do tradicional. A verdade é que hoje cada vez mais diminui o espaço para produtos medianos voltados a pessoas comuns. Os consumidores querem produtos inovadores; as empresas querem profissionais diferenciados; a mídia quer divulgar o inusitado. Tive o privilégio, recentemente, de assistir uma palestra do Philip Kotler e entre várias declarações e ensinamentos que ele transmitiu, um deles me chamou bastante atenção: “Se você inovar frequentemente terá muitos fracassos, mas se você não inovar, sairá do mapa. Então, você não tem escolhas”. “Realmente...
Shares
Share This

This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled.