Informatização é = CMC sem erros! Vou lhe provar [Veja]

Informatização é = CMC sem erros! Vou lhe provar [Veja]

Quando o seu município contrata um Prontuário Eletrônico integrado com a sua Central de Marcação de Consultas, eu lhe garanto, não haverá mais qualquer erro relacionado ao acesso das consultas e atendimento especializado, bem como em toda organização administrativa da mesma. Como gestor, obviamente este artigo é de seu interesse e indispensável para a leitura, por isso, continue lendo e se surpreenda. Conheça agora os três erros clássicos da sua Central de Marcação de Consultas. E lembrando, na minha opinião, o segundo é o pior e mais grave deles. Erro #1 – O médico trocou a guia do encaminhamento, e agora? Digamos que este é um deslize comum. Nas UBS’s, ao solicitar um Encaminhamento para qualquer paciente, o médico se depara com uma verdadeira papelada de guias em sua gaveta (mesa), sejam AIH’s, APAC’s, TFD’s ou até mesmo os próprios Encaminhamentos. Logo, em meio a esta bagunça, confundir e preencher, por exemplo, um AIH em uma guia APAC, é um erro que pode facilmente acontecer. E agora, pensando em escala nacional: quando vários médicos de diversas UBS’s erram no preenchimento das guias de Encaminhamento, simplesmente estes pedidos voltam para os PSF’s, atrasando-se ainda mais o atendimento dos pacientes nas Policlínicas de todo país. Devemos parar e refletir, pois lamentavelmente vários pedidos de encaminhamentos voltam para os PSF’s ao serem preenchidos em guias diferentes, tornando-se mais difícil e delongado o acesso dos usuários SUS às consultas e atendimento especializado. Mude! Evite este erro! Por outro lado, quando o seu município faz uso de um Prontuário Eletrônico integrado com a Central de Marcação de Consultas, primeiramente, não existirá uma verdadeira papelada de guias a...
Doutor, cuidado! Usar Prontuários de Papel lhe traz problemas!

Doutor, cuidado! Usar Prontuários de Papel lhe traz problemas!

Obviamente, nós médicos sabemos, como o prontuário está diretamente relacionado à várias questões do nosso atendimento e a rotina da Clínica em geral. Mas quando se faz uso de Prontuários de Papel, você e sua Clínica terão, diariamente, algumas importantes atividades médicas comprometidas e “feridas”. Por isso, eu enumerei aqui, alguns destes principais problemas ocasionados pelo uso de Prontuários de Papel. E lembrando, na minha opinião, o #3 é o pior e mais grave deles! Tenha uma Recepção Eficiente. Tenha um Consultório eficiente. Problema 1 : Eu não entendo nada do que está escrito! Talvez esta seja a vulnerabilidade mais clássica e comum dos Prontuários de Papel, estamos falando da ilegibilidade. Muitos médicos não conseguem ler grande parte (e algumas vezes nada) da situação clínica do seu paciente, seja por causa daquela letra egípcia do seu outro colega ou, na pior e frequente situação, até mesmo os nossos próprios “hieróglifos”! No início, os Prontuários de Papel até apresentam uma certa coerência, uma letra legível e de fácil entendimento, mas no decorrer do seu preenchimento, as informações e palavras irão se tornando indecifráveis. É algo natural, durante o preenchimento do Prontuário de Papel, existirá sempre uma ação de rasura na tentativa de excluir uma palavra ou termo indevido, além do mais, principalmente por causa do cansaço da rotina médica, o trabalho de escrever manualmente fará com que nossa grafia se torne um verdadeiro “garrancho”, isso sempre será inevitável. Também não podemos nos esquecer que alguns campos de preenchimento dos prontuários de papel, em algum momento, sempre serão menores daquilo que você precisa escrever, eu mesmo já passei por uma situação parecida: “...
Sim, é importante informatizar seu município!

Sim, é importante informatizar seu município!

Atualmente, pequenas cidades brasileiras, com população de até 10 mil habitantes, enfrentam problemas na área da saúde no que se refere ao atendimento geral da população, sendo mais especifico, esses problemas ocorrem mais necessariamente na Atenção Básica. Grande parte desses municípios possuem, na maioria das vezes, somente UBS’s como estabelecimentos de saúde disponíveis para atender toda a população. Também é preocupante que muitas dessas cidades chegam a ter somente 1 (uma) única UBS em funcionamento. Ineficiência e Superlotação nas UBS’s: A saúde em completa desordem! Pensando de uma maneira prática e real: Oferta = serviços disponibilizados pelas UBS’s e Demanda = População do município. São estas as razões pelas quais as Unidades Básicas de Saúde entram em crise e, consequentemente, comprometem toda a saúde do município, pois estes Postos atendem a 80% dos problemas de saúde da população e logicamente sempre estarão lotados. Por isso, pela grande procura de atendimento, as Unidades de Saúde (Atenção Básica) devem ser extremamente “ágeis” e resolver, de forma eficiente é claro, o mais rápido possível os problemas de saúde da população, dando rotatividade ao atendimento – ofertando “vaga”, no sentido exato da palavra, para que outros pacientes também possam ser atendidos. Não havendo agilidade no atendimento das UBS’s, a saúde do seu município está ou se tornará um caos. “Atrasos e Demoras”, nós podemos apontar esses dois termos como os principais fatores que tornam a saúde do seu município uma real desordem! Na prática, quando existe no Posto demora em conseguir agendar consultas, marcar ou solicitar um exame, diagnósticar um paciente, dar o resultado de um atendimento e principalmente atrasos médicos, cada vez, mais...
O PMAQ cobra: Organize Visitas Domiciliares!

O PMAQ cobra: Organize Visitas Domiciliares!

Para que ocorram as visitas domiciliares, as equipes de saúde devem primeiramente conhecer seus pacientes, o cadastro e a situação clínica para sermos mais exatos. Se a equipe deseja, por exemplo, visitar as gestantes atendidas com determinado procedimento médico pelo Posto, ela deve ter acesso a todas as gestantes atendidas (cadastrados) com o procedimento médico desejado, para que se possa localizar endereços e estabelecer metas de atendimento. Antes de tudo, devemos nos conscientizar que localizar pacientes para a realização de visitas domiciliares é um trabalho árduo e praticamente impossível, quando se procura, no papel, registros de cadastramento de uma grande demanda de pacientes. Os profissionais se “perdem”, não conseguindo incluir, da maneira correta, os pacientes que serão visitados. Muitas vezes, as equipes de saúde não organizam visitas domiciliares por não estarem localizando (em meio a amontoados de papel) o cadastro e a situação clínica dos seus pacientes. No entanto, a tecnologia avançou como um todo, inclusive na área da saúde, as informações chegam as nossas mãos apenas com alguns cliques. É possível, através de alguns sistemas informatizados (prontuário eletrônico + agenda informatizada), emitir relatórios informando todos os pacientes diagnósticados com determinada doença ou procedimento médico realizado. Um exemplo dessa inovação é o CRM, uma ferramenta exclusiva do sistema MeuProntuário.Net, que emite relatórios de procedimentos médicos por várias categorias, selecionando também qualquer doença classificada como cuidado continuado. Na imagem simulação abaixo, temos a geração das gestantes atendidas por determinado médico que fizeram teste rápido para Sífilis entre 16/04/2015 e 17/04/2015: A partir desses relatórios (CRM), é possível que sua equipe de saúde tenha acesso ao cadastro e situação clínica de todos os pacientes...
Agendas compartilhadas:  Eficiência e nota mais alta no PMAQ!

Agendas compartilhadas: Eficiência e nota mais alta no PMAQ!

Qualquer mudança feita na agenda de papel das equipes de saúde deve ser consultada pessoalmente, e como exitem várias agendas de papel, os profissionais de saúde (médicos e enfermeiros) acabam não se informando bem a respeito das atividades que a equipe  está realizando e irá realizar. Mas de outro modo, somente uma agenda eletrônica possibilita que os profissionais de saúde (médicos e enfermeiros) se informem a respeito de todo agendamento em qualquer parte do Posto de Saúde, basta ter acesso a um computador com internet. Além do mais, a equipe de saúde pode visualizar suas consultas, sendo possível também reposiciona-las. Mudar a data de um agendamento se torna algo extremamente prático, bastando apenas poucos cliques, sem exigir grande domínio de computação para a realização das ações. Mas para executar os procedimentos requeridos pelo PMAQ e alcançar mais pontos na escala avaliativa, suas equipes de saúde também devem fazer uso de várias ferramentas para melhorar o potencial das agendas. Por isso, não deixe de ler a nossa próxima dica.  ...
O PMAQ cobra: Trabalhe em grupo através da agenda!

O PMAQ cobra: Trabalhe em grupo através da agenda!

O PMAQ deseja que toda equipe de saúde se organize em conjunto, a partir da agenda, para executar atividades e marcar consultas. Dessa forma, é necessário que todos os integrantes da equipe de saúde façam uso  de uma “única” agenda para melhorar ainda mais o trabalho em grupo e espírito coletivo. No entanto, as agendas de papel têm pouco espaço disponível para marcar (incluir), de maneira organizada, todas as consultas da equipe de saúde. Acaba sendo necessário uma agenda de papel para cada médico e até mesmo enfermeiro. E lembre-se, é extremamente precário os métodos disponíveis para fazer alterações e atualizar diariamente as agendas de papel, as ferramentas necessárias se resumem em rasuras e apagadores. Qualquer alteração ou mudança feita na agenda de  papel é de conhecimento restritivo pela dificuldade do papel em propagar informações. Tudo deve ser folheado e consultado pessoalmente, e os médicos acabam não sabendo como anda o agendamento da equipe de saúde. “Essa informação será melhor explicada na nossa próxima dica [Compartilhamento de Informações], então, é indispensável a continuação da leitura”. Portanto, através das agendas de papel, as atividades estão longe de serem pactuadas de maneira coletiva. Sendo assim, o trabalho em grupo que o PMAQ cobra evidentemente não está existindo. Mas por outro lado, fazendo uso de sistemas informatizados é possível que exista apenas uma “única” agenda de acesso para toda equipe de saúde, bastando apenas selecionar o nome do profissional médico desejado na hora de marcar um agendamento! Veja o exemplo na imagem abaixo: Observação: Nas duas imagens demonstrativas (simulações), os campos circulados em vermelho indicam dois profissionais médicos da mesma equipe de...

This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled.