Gestão de Pessoas: 6 dicas para secretários de saúde

Gestão de Pessoas: 6 dicas para secretários de saúde

À frente do Sistema Único de Saúde (SUS), você já sabe: suas ações possuem alta relevância pública. Gestores recém-empossados devem levar em consideração a falta de muitos recursos, mas, sobretudo, devem ser comprometidos com o bem geral. Se você está prestes a se tornar um secretário de saúde ou assumiu o cargo há pouco tempo, trataremos neste post de 6 dicas valiosas para ajudar com um dos pontos mais importantes que sua posição exige: uma boa gestão de pessoas. Acompanhe conosco!    

 

Benefícios da Informatização? O Gestor Informatizado! Convença sua equipe? Como Licitar.  

Conheça seus colaboradores e faça com que eles te conheçam

Ao receber um novo cargo, principalmente quando se trata de um cargo de gestão, o profissional deve se preocupar em conhecer seu ambiente de trabalho e sua equipe. Por isso, destine algumas horas da sua primeira semana para conversar com seus colaboradores, se apresentar e se mostrar uma pessoa aberta à conversa. Prepare ainda uma reunião de apresentação, na qual poderá contar mais sobre suas experiências e o que espera desta nova função, além de conhecer mais sobre aquelas pessoas e sobre os processos que já ocorrem no local. Reúna-se também com as pequenas equipes de serviços variados: em muitas das vezes, você estará responsável por um grande contingente de pessoas e é importante que conheça as peculiaridades de cada serviço.

Escolhas democráticas e em prol do desenvolvimento

Em um universo que envolve os serviços básicos de saúde pública, é imprescindível que você seja democrático. Nunca será possível atender os desejos de todos, seja dos médicos ou dos auxilares de serviços gerais. É por este motivo que é tão importante conhecer o que cada um faz e quais os desafios do dia a dia: assim, é possível tomar decisões que sejam benéficas para a equipe como um todo. Os profissionais sempre terão dúvidas ou passarão por dificuldades em suas tarefas diárias (o que ainda se intensifica quando se trata do SUS, que visa o atendimento da população e encara dificuldades frequentes). Desta forma, é importante que você assuma um papel de incentivador da melhora diária. Pense em processos que podem ser simplificados e em como os funcionários podem se desenvolver. Através de palestras, ciclos de debates, pequenos cursos e reuniões, você conseguirá levar informações relevantes e importantes para que sua equipe esteja cada vez mais firme nos objetivos.

 E-Book – 3 sinais de que a Saúde do seu Município vai mal [e pode piorar]!  

Demonstre confiança nos profissionais

Ao conhecer as tarefas e dificuldades das equipes, é preciso também demonstrar confiança em quem trabalha para alcançar os mesmos objetivos: lembre-se disso ao delegar uma tarefa ou estabelecer metas. Use palavras de incentivo e não se esqueça de parabenizar quem atingiu o que foi estabelecido. Desta forma, o grupo cresce de forma uniforme e todos conseguem ganhar: os funcionários, os pacientes, os gestores e as famílias assistidas.

E-Book – 3 sinais de que a Saúde do seu Município vai mal [e pode piorar]!

Promova Fóruns Intersetoriais

O sistema público de saúde precisa de cada vez mais integração. Diante deste fato, serviços que funcionam separadamente precisam se interligar para que o melhor seja oferecido à população. Para que isso aconteça de forma satisfatória, uma das alternativas é promover o Fórum Intersetorial. Evento de ocorrência variada (usualmente mensal ou quinzenal), o Fórum tem o objetivo de possibilitar o compartilhamento de experiências, novos métodos, casos difíceis e trabalhos bem sucedidos para todos os setores da saúde.

Esta é uma ótima oportunidade para fazer um parâmetro geral dos colaboradores e entender quais equipes precisam de mais integração, além de identificar onde estão os erros que serão consertados pela secretaria. Seja um incentivador e colha os frutos deste encontro.

E-Book – 3 sinais de que a Saúde do seu Município vai mal [e pode piorar]!

Valorize o feedback

A responsabilidade sob a Secretaria de Saúde de um município é um trabalho que deve ser feito por equipes. Reúna-se com os responsáveis por cada serviço e seus funcionários para discutir o que está sendo feito, o que está dando certo e quais sãos os desafios atuais. Ao traçar metas e possíveis soluções em um primeiro encontro, procure estar sempre a par do andamento dos processos para que seja feito o feedback compatível. Como são equipes e responsabilidades extensas, este retorno do trabalho é feito em grupos, mas isto não diminui a importância do contato. É fundamental que os demais funcionários percebam, pela análise de um gestor, que certas atitudes não são indicadas e que outras realmente têm resultados. Neste quadro, é papel do secretário sinalizar estas diferenças.

Lembre-se sempre de levar em conta o que está fora do alcance dos profissionais daquela equipe e que são responsabilidade de setores de outra posição hierárquica. Assim, exija somente o que é efetivamente possível ser realizado. Uma vez que as metas e objetivos forem alcançados, parabenize e incentive a todos através de um feedback positivo.

E-Book – 3 sinais de que a Saúde do seu Município vai mal [e pode piorar]!

Seja organizado e deixe todos os acordos claros

O trabalho do secretário deve ser claro para os funcionários e equipes das unidades de saúde. Por isso, preocupe-se em mostrar os objetivos e acordos de forma transparente. Você pode fazer isso de forma simples, ao afixar folhas de horários e disponibilidades de profissionais especializados em cada dia. Com esta conduta, é possível que todos saibam quando encontrar os médicos e quando serão as reuniões e os fóruns intersetoriais, por exemplo. Para tornar esta tarefa ainda mais eficiente, você pode divulgar estas informações via web para os colaboradores.

Apesar dos problemas de estrutura que um serviço público possa apresentar, é preciso que  você ofereça sempre o melhor de si e incentive sua equipe a fazer o mesmo. Ao ressaltar somente os obstáculos e defeitos do sistema, termina por desmotivar os colaboradores, que podem ficar acomodados diante dos problemas encontrados. Assim, busque sempre ser um exemplo de profissional otimista e transforme o ambiente de trabalho em um local produtivo e à serviço das melhores alternativas para a população – enquanto secretário, esta é a melhor estratégia para gerir uma equipe motivada.

E-Book – 3 sinais de que a Saúde do seu Município vai mal [e pode piorar]!

E você, gostou das dicas? Conhece outros métodos interessantes de gestão de pessoas que possam ser bem aplicados ao contexto do SUS? Não deixe de compartilhar conosco!

 

Shares
Share This

Gostou? Compartilhe!

Compartilhe esse post com amigos!

Compartilhe!

Compartilhe esse post com amigos!

This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled.