Níveis de Complexidade: Conheça-os, ou eles podem ruir com sua Gestão SUS

Gestao SUS - Funil de Complexidade

Gestao SUS – Funil de Complexidade

Todos sabemos da importância da Atenção Básica para a Gestão SUS e estudos consagrados afirmam que 85% das necessidades da população poderiam ser resolvidos nesse nível de Atenção (chamada primária). Veja, neste artigo, como fazer uma análise completa dos procedimentos da sua cidade e analise a distribuição dos atendimentos pelo nível de Complexidade – você poderá descobrir graves Problemas de assistência que serão muito úteis em sua Gestão. Por isso, apresentamos o exercício abaixo para que você mesmo faça a avaliação da sua cidade. No exemplo, temos três cidades fictícias.

 

 

Como está a distribuição dos atendimentos nesse grupo de cidades?

No exemplo mostrado abaixo, há três cidades reunidas em um só gráfico do tipo FUNIL onde você já percebe que a Atenção Básica apresenta a maior quantidade de atendimentos, seguido da Média Complexidade e, por fim, a Alta Complexidade (o menor deles). Mas a distribuição dos procedimentos está adequada? (lembrando que 85% dos atendimentos deveriam estar na Atenção Básica).

Instruções: Você pode clicar no filtro que há no gráfico para escolher dentre uma das três cidades – ou

clicar em RESTAURAR para voltar para o gráfico original. Há duas opções de Filtros: CIDADE e DATA

 

 

De antemão, podemos perceber a seguinte distribuição:

    • Atenção básica: 37,3% dos atendimentos.
    • Média Complexidade: 35,3% dos atendimento;
    • Alta Complexidade: 27,4% dos atendimentos;

 

Conforme vimos no artigo anterior, há uma distribuição bastante danosa e muito longe da meta para a Atenção Básica (85%) já testada e atingida. Façamos um Exercício: Qual delas tem a melhor distribuição dos atendimentos entre os três níveis de Atenção. Note a Presença de Três cidades: Cidade: 1111111, Cidade: 2222222 e Cidade: 3333333  

Na Gestão SUS, qual cidade apresenta a melhor distribuição?

Novamente, filtre o Gráfico e Compare dentre as três (basta clicar na seta ao lado da palavra Cidade, no gráfico acima). Resumidamente, veja a tabela abaixo.

Atendimento x Complexidade

Atendimento x Complexidade

 

Como você pode notar, a CIDADE 1111111 apresenta a maior parte dos seus atendimentos na Atenção Básica, enquanto a Cidade 2222222 apresenta uma distribuição bastante uniforme. Nesse caso, a cidade que mais se aproxima da realidade e da meta é a CIDADE 1111111, concorda?

 

E na sua cidade? Como está a distribuição?

Agora, discuta esses dados com seus colaboradores e gerentes e tente conhecer os dados reais da sua cidade. A dica é conversar com o Representante pela digitação do BPA e fazer alguns questionamentos para ele, juntamente com o seu Gerente (que costuma ser uma enfermeira). Você também pode obter e acessar um painel exclusivo para poder ter toda a avaliação de uma cidade virtual, clicando aqui (em breve) e fazendo seus exercícios de Gestão SUS.

 

E então? o quê achou?

Deixe o seu comentário e enriqueça esse artigo com sua experiência. Estaremos atentos aos seus comentários e sugestões. Não deixe de participar.

Shares
Share This

Gostou? Compartilhe!

Compartilhe esse post com amigos!

Compartilhe!

Compartilhe esse post com amigos!

This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled.