O prontuário no papel NÃO É tão seguro como você pensa.

O prontuário no papel NÃO É tão seguro como você pensa.


A grande maioria dos dados e informações médicas estão armazenadas em prontuários de papel, seja pela [falsa] facilidade de uso, seja pela resistência em utilizar o Prontuário Eletrônico. Entretanto, como é o desempenho do Prontuário no Papel em relação à segurança das informações nele contidas, em relação à tríade de segurança? Você irá se surpreender ao ver que o famoso prontuário no papel não é tão seguro assim, como você pensa.

Quem se preocupa com a Segurança das Informações dos pacientes deve prestar atenção ao manuseio dos prontuários no papel e fazer perguntas pontuais e críticas para se fazer uma análise mais criteriosa, focando nos benefícios:

 

Tenha uma Recepção Eficiente. Tenha um Consultório Eficiente.

 

confidencialidade

confidencialidade

Prontuário Médico – A Confidencialidade:

Definição: propriedade que limita o acesso a informação tão somente às entidades/pessoas legítimas, ou seja, àquelas autorizadas pelo proprietário da informação.

Perguntas básicas sobre a Confidencialidade

 

  • Além do médico, recepcionistas e outras pessoas manuseiam o seu prontuário?
  • Em algum momento, o seu prontuário permanece sozinho na mesa da secretária?
  • O arquivo onde o prontuário é armazenado tem cadeado e é seguro contra acesso de terceiros?
  • Existe alguma câmara filmando quem tem acesso ao arquivo onde o seu prontuário está guardado?
  • Se desejasse, alguma secretária ou recepcionista poderia ler o que o médico escreveu no prontuário?
  • A única segurança do seu prontuário é a letra ilegível do seu médico?

Se você respondeu a “SIM” a qualquer uma das perguntas acima, saiba que o seu prontuário médico está sob risco de confidencialidade.

 

Integralidade

Integralidade

Prontuário Médico – A Integralidade:

Definição: propriedade que garante que a informação manipulada mantenha todas as características originais estabelecidas pelo proprietário da informação, incluindo controle de mudanças e garantia do seu ciclo de vida (nascimento, manutenção e destruição).

Perguntas básicas sobre a Integralidade:

 

  • Há rasuras no prontuário médico?
  • Há espaço em branco onde poderiam ser incluídas informações novas?
  • Qualquer pessoa consegue ler e entender a sua história em seu prontuário?
  • Em caso de incêndio, inundação na clínica, o seu prontuário estaria protegido e poderia ser restaurado?
  • O Prontuário no papel está armazenado em um local que cumpre os padrões de armazenamento do papel?
  • Os Prontuários arquivas estão isentos de traças, gotejamentos e possíveis infiltrações?

 

Observe e faça sua análise. Há uma grande chance de que algumas destas perguntas ofereça indícios de que a integralidade do seu prontuário médico está sob risco.

 

Disponibilidade

Disponibilidade

Prontuário Médico – A Disponibilidade:

Definição: propriedade que garante que a informação esteja sempre disponível para o uso legítimo, ou seja, por aqueles usuários autorizados pelo proprietário da informação.

 

Perguntas básicas sobre Disponibilidade:

  • Você já observou que alguns prontuários desaparecem no arquivo? Você já precisou fazer as anotações em uma folha “nova, sem informações” para “depois arquivar”?
  • O prontuário do consultório está disponível no Pronto Socorro ou quando o paciente te liga?
  • O médico que lhe atendeu no posto de saúde teve acesso às suas informações médicas do consultório particular? ou do hospital no qual você esteve internado?
  • Quando você liga para o seu médico, ele teria condições de acessar o seu prontuário médico e obter as informações importantes ou fica ele tentando lembrar quais as doenças você tem?
  • Você tem um ou vários prontuários espalhados pelas clínicas? Você conseguiria juntá-los para uma avaliação mais geral?
  • Os arquivos do seu posto de saúde estão organizados o bastante para que o seu prontuário possa ser encontrado com facilidade?

 

Dependendo de algumas das respostas, o seu prontuário médico no papel não está cumprindo os requisitos de disponibilidade.

 

Como você pode observar, um prontuário no papel tem várias falhas quando se trata de segurança da informação; entretanto, é muito mais cômodo “concluir” que ele é mais seguro que um prontuário eletrônico. Uma avaliação mais detalhada como fizemos acima pode expor sérias falhas de segurança que nem mesmo podem ser corrigidas.

 

O quê você acha?

Qual a sua experiência e quais as suas respostas a estas perguntas? Isso acontece na sua prática diária ou estou enganado? Opine!

Quê tal avaliar o sistema MeuProntuário em sua clínica?

Até breve!

Shares
Share This

Gostou? Compartilhe!

Compartilhe esse post com amigos!

Compartilhe!

Compartilhe esse post com amigos!

This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled.