Como saber se o seu consultório possui saúde financeira

Como anda a área financeira da sua clínica? Em muitas das vezes, o ritmo de trabalho de um profissional da saúde é tão intenso que o absorve completamente, fazendo com que deixe de lado este aspecto tão importante quanto oferecer um ótimo atendimento aos pacientes. Afinal de contas, sem controle sobre as finanças e uma boa administração contábil, mesmo o melhor dos médicos eventualmente enfrentará dificuldades para manter seu consultório funcionando. Neste sentido, existem algumas estratégias que podem auxiliar na análise da saúde financeira dos seus negócios. Confira quais são elas e fuja do risco de desequilíbrio de contas na sua clínica! Faça uma análise de custos Uma das coisas mais subestimadas nos negócios, especialmente nos de pequeno porte, é a análise de custos. Sem um levantamento eficiente dos gastos que possui diariamente, você não conseguirá ter uma real noção da saúde financeira do seu consultório. Em primeiro lugar, é importante entender que sua clínica possui dois tipos de custos: os fixos e os variáveis. Os fixos são aqueles constantes todos os meses (ou com variações muito pequenas e previsíveis). Entre eles se encaixam o aluguel do imóvel e de equipamentos, o pagamento de funcionários, o custeamento de mensalidades de conselhos, dentre outros. Os variáveis, por sua vez, são aqueles que – como o próprio nome diz – sofrem variação todos os meses, como o pagamento de fornecedores, a compra de um novo equipamento e uma reforma eventual das suas instalações. Geralmente, é no levantamento dos custos variáveis que reside o problema. Para uma análise eficiente destes gastos, é preciso ter o cuidado de registrar absolutamente todas as despesas...

This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled.