Usar um Prontuário Eletrônico é como Andar de Bicicleta!

Usar um Prontuário Eletrônico é como Andar de Bicicleta!

O hospital está instalando um software de Prontuário Eletrônico e todo mundo diz que o software é terrível. Na verdade, "você vai odiá-lo.", dizem alguns. A clínica de um colega seu resolveu informatizar a sua clínica e alguns colegas médicos estão muito irritados. Para falar a verdade, no início, você provavelmente vai odiá-lo, também. É possível que você tenha usado prontuários no papel nos últimos 10, 20 ou 30 anos e pode se perguntar: o que é software vai fazer de bom que a sua caneta e o papel não podem? Deixe-me lhe contar uma história ...

Quando eu tinha 6 ou 7 anos, minha mãe me levou para fora de casa e tirou as rodinhas da minha bicicleta. "Perfeito", disse ela. "Só há uma maneira de aprender e esse é o caminho mais difícil. Pode ser que você caia um ou duas vezes, mas se você continuar tentando, aprenderá a andar de bicicleta”. Ela, então, voltou para dentro casa e fechou o portão. Corri atrás dela chorando, dizendo que eu nunca iria aprender a andar de bicicleta, sem as minhas rodinhas de apoio. Entretanto, quando eu sucumbi ao fato de que ela não ia voltar para me pegar, eu comecei a olhar novamente para a bicicleta.

As 5 Perguntas Essenciais a serem feitas a um Fornecedor de Prontuário Eletrônico.

Baixar EBook Grátis!

O local onde eu deveria tentar andar de bicicleta era um antigo campo de aviação (a versão antiga dos aeroportos) do meu bairro e era plano e espaçoso; eu sabia que eu poderia cair, desequilibrar-me e ir direto aos arbustos, bater em algumas coisas durante todo o dia, etc. Cada vez que eu caia, eu aprendia uma tática nova, e a cada queda eu criava uma nova habilidade que me deixava cada vez melhor. Para falar a verdade, eu demorei aprender a andar de bicicleta, caí muitas vezes, pensei em desistir, como você deve imaginar. Até que enfim, eu consegui andar um bom trecho, sem as rodinhas, e passei a sentir-me seguro e os medos foram se reduzindo. Enfim: eu aprendi a andar de bicicleta e gritava eufórico para que minha mãe e meu pai pudessem ver a minha façanha.

Agora eu lhe pergunto, como essa história poderia lhe ajudar a você a tentar utilizar um prontuário eletrônico? Simples. É difícil aprender algo novo, especialmente quando parece mais complicado do que o que você está fazendo há anos sem nenhum problema. No meu caso com a bicicleta eu demorei alguns anos para me sentir 100% seguro. Da mesma forma, você vai ver muitas telas em seu sistema novo Prontuário Eletrônico, alguns nomes estranhos e atalhos que não parecem tão curtos. Mas uma vez que você sabe onde está o local para prescrever, onde fica o botão para imprimir as receitas e que o botão de salvar o atendimento está no canto superior direito da tela, tudo se tornará mais fácil.

 

Quando você perguntar aos seus colegas o que eles acham do seu software, pense sobre isso: não importa qual seja a resposta, lembre-se sempre de fazer uma segunda pergunta: "Há quanto tempo você o utiliza?" Se for apenas dois ou três meses, tenho certeza eles odeiam. Mas se já fazem três ou mais anos, eu estou confiante de que você vai ter uma resposta muito diferente e muito mais entusiasmada.

 

Contrariamente, pergunte também se as suas Recepcionistas e atendentes prefeririam voltar ao prontuário de papel e voltar a utilizar a velha agenda no papel. Tenho muita confiança de que elas irão escolher ficar com o prontuário eletrônico.

 

Hoje, agosto/2014, agora ensinando meu filho de 6 anos a andar de bicicleta vejo como tem sido difícil para ele, já machucou os joelhos duas vezes, mas ao mesmo tempo, eu já vejo uma boa evolução! Logo, logo postarei novidades...

 

Se você precisar de uma mãozinha, um apoio e muita ajuda para se adaptar ao seu prontuário eletrônico, tenha certeza de que poderá contar com o nosso suporte.

Shares
Share This

Gostou? Compartilhe!

Compartilhe esse post com amigos!

Compartilhe!

Compartilhe esse post com amigos!

This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled.